Temporal causa estragos pela cidade

0
368

UBS Central, Centro de Fisioterapia, faculdade Estácio e estação Carapicuíba foram afetadas

A tempestade que atingiu Carapicuíba no fim da tarde de quarta-feira, 27/11, causou diversos danos pela cidade. Árvores caíram em vários bairros, postes cederam na região central, houve pontos de alagamentos, bairros sem energia, instalações do Parque Gabriel Chucre foram destelhadas, muro e vidraça da faculdade Estácio desmoronaram e vidros da estação Carapicuíba ficaram quebrados. Porém, não houve feridos.

A chuva chegou à cidade perto das 17 horas. Alertas da Defesa Civil foram emitidos para a região (leia) e às 18 horas a prefeitura de Carapicuíba emitiu nota no Facebook, informando que quem presenciasse algum ponto de alagamento ou uma emergência deveria ligar para a Defesa Civil municipal, no número 4146-5810. Junto com o alerta, foram publicadas orientações como evitar sair na hora do temporal, sair da rua e procurar um local seguro e o mais alto possível, nunca ficar embaixo de árvores e não atravessar vias inundadas.

Toda a região foi atingida por uma forte tempestade na tarde desta quarta-feira (27). A Prefeitura está realizando o…

Posted by Prefeitura de Carapicuíba on Wednesday, November 27, 2019

 

Árvores, postes e outdoor caídos

Na esquerda: postes caíram na avenida Governador Mário Covas. Na direita: árvore atinge dois carros no Parque Santa Tereza, e outra despenca no Ariston/ Fotos: Redes sociais

Na avenida Governador Mário Covas, no Centro, uma árvore caiu na pista do sentido Osasco, próximo ao McDonald’s. Um pouco mais à frente, um poste de iluminação, do canteiro central, também cedeu e atingiu o teto de um carro na via, porém, os ocupantes não ficaram feridos.

Seguindo no caminho para Osasco, na avenida Desembargador Doutor Educado Cunha de Abreu, outros dois postes também caíram próximo ao Assaí Atacadista.

Ventania também derrubou um outdoor no Parque do Planalto/ Foto: Redes sociais

A avenida Consolação, que liga Carapicuíba ao Alphaville, também sofreu com a queda de árvores e ficou com pedaços de telhas e tampa de caixa d’água espalhadas pelas pistas.

Na rua Rodolfo Camparine, no Parque Santa Tereza, uma árvore atingiu dois carros que estavam estacionados. No local, ninguém ficou ferido. Também houve queda de árvore na rua Jaú, no Ariston. No Parque do Planalto, um outdoor caiu próximo ao ponto de ônibus, no sentido Jardim Tonato.

Construções destelhadas

Na Vila Gustavo Correia, casas tiveram as telhas e tampas de caixa d’água levadas pela ventania. Uma construção na avenida Governador Mário Covas, próximo à loja Baú Musical, também teve o telhado da garagem arrancado.

UBS Central (à esquerda) e Centro de Fisioterapia (à direita) ficaram destelhados/ Fotos: Redes sociais

No Parque Gabriel Chucre, a UBS Central, o Centro de Fisioterapia e uma sala de eventos ficaram destelhados. Na noite de quarta-feira, a prefeitura informou que o atendimento nas duas unidades de saúde está temporariamente suspenso, para que a manutenção das estruturas seja feita. Equipes municipais estavam trabalhando para liberar os espaços o mais rápido possível. Quem tinha consultas ou serviços agendados deve entrar em contato com a Secretaria de Saúde, no telefone 4164-1122 (confira).

Vidraça na parte de cima da estação Carapicuíba ficou estilhaçada/ Foto: Redes sociais

Estação Carapicuíba

Na estação Carapicuíba, da linha 8 – Diamante da CPTM, uma vidraça caiu com a força da chuva. O incidente aconteceu no mezanino próximo à área das escadas e elevadores. A água e os estilhaços de vidro tomaram o acesso à plataforma.

Segundo a assessoria da CPTM, em nota enviada ao CnR, nenhum passageiro ou funcionário ficou feriu. A companhia afirmou que estrutura da vidraça foi encaminhada para o departamento de manutenção, que está analisando se é possível recuperá-la ou se será necessário adquirir uma nova peça.

Mais cedo, os trens da linha enfrentaram problemas de circulação. De acordo com a CPTM, houve falta de energia na região da estação Jardim Silveira. A velocidade teve que ser reduzida e o tempo de parada foi ampliado no trecho entre as estações Barueri e Itapevi, entre as 14 e 19 horas, quando os serviços de reparo foram concluídos (veja).

Ônibus gratuitos do PAESE, cedidos pela EMTU, foram acionados durante o ocorrido para auxiliar no transporte de passageiros. Por fim, a companhia deixou um pedido de desculpas aos usuários pelos transtornos.

Bairros alagados e sem luz

Nas horas que antecederam o temporal e na hora da chuvarada, algumas ruas da Cohab, Veloso, Jardim Angélica, Vila Municipal, Aldeia, Vila Ester Ariston e Vila Sul Americana chegaram a ficar sem fornecimento de energia elétrica.

Ariston ficou alagado em frente ao supermercado Sakay/ Foto: Redes sociais

Com relação a alagamentos, a rua Bárbara Hipolitto Capriotti, no Ariston, em frente ao supermercado Sakay, ficou tomada pela água. Ao menos dois carros ficaram presos no alagamento e pessoas que passavam pelo local se abrigaram na calçada do supermercado.

A avenida Integração, na Cohab 5, também ficou alagada, na altura do Ginásio Ayrton Senna (Senninha). Pacientes do Pronto-Socorro da Cohab 2 tiveram que esperar a água da entrada da unidade baixar para poder ir embora ou chegar para serem atendidos.

Faculdade Estácio

A faculdade Estácio, na Vila Gustavo Correia, também sofreu com os reflexos da tempestade. Algumas vidraças do local estilhaçaram e uma parte do muro do estacionamento também cedeu.

Muro do estacionamento da Estácio cedeu com a tempestade/ Foto: Redes sociais

Em resposta ao CnR, a assessoria da faculdade afirmou que a instituição lamenta o incidente e que, apesar dos danos, nenhum aluno ou colaborador ficou ferido. Segundo a instituição, a Defesa Civil foi acionada para avaliar o prédio e, após vistoria, foi constatado que não houve nenhum problema estrutural.

Trabalho para pôr a cidade em ordem

Equipes da prefeitura retiraram a árvore que caiu na av. Governador Mário Covas. Demutram realizou o isolamento da pista da esquerda, sentido Osasco/ Foto: Secom Carapicuíba

No fim da noite de quarta-feira, a administração municipal divulgou uma nota sobre a tempestade que atingiu a cidade, afirmando que a forte chuva veio acompanhada de ventos que chegaram a 100 km/h. As equipes da prefeitura trabalharam desde o início da tempestade para diminuir os transtornos à população. A Defesa Civil e as secretarias municipais circularam pelo município para levantar os estragos causados e agir na reparação dos danos.

O governo municipal afirmou que atuou em regime de plantão, monitorando vias com histórico de enchentes, reparando iluminação e sinalização viária danificadas, retirando árvores caídas e demais serviços necessários. Também foi informado que o temporal não deixou vítimas e que as aulas da rede municipal não serão interrompidas, assim como o atendimento das unidades de saúde. As exceções são a UBS Central e o Centro de Fisioterapia, que não têm prazo para voltar a funcionar.

O CnR questionou a gestão municipal se há planos para implantar ações preventivas para os dias de chuva, porém, não recebeu retorno até o fechamento desta reportagem.

Deixe uma resposta