Foragidos são presos em Carapicuíba

0
903

Dupla era procurada por roubo a banco em três estados, Goiás, Tocantins e Pará

Dois irmãos foram presos em uma comunidade em Carapicuíba na quarta-feira, 13/3. A dupla estava foragida e era procurada pelas polícias de Goiás, Tocantins e Pará por roubos a bancos.

A operação foi coordenada pelo Grupo Antirroubo a Banco da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (GAB/Deic) da Polícia Civil de Goiás, com o apoio da Polícia Militar de Goiás, Polícia Federal de Tocantins e polícias Civil e Militar de São Paulo.

Foragidos foram presos, em Carapicuíba, por roubos a bancos em Goiás, Tocantins e Pará/Foto: Divulgação

Os agentes prenderam Eduardo Nonato da Silva, com quatro mandados expedidos, e Fábio da Silva, com dois mandados de prisão. Com a dupla, foi apreendida uma pistola semiautomática e RGs falsos, que os irmãos utilizaram para tentar enganar os policiais.

Os homens são suspeitos de fazer parte de uma quadrilha de roubos a bancos. Os tipos de crimes que eles cometeram são descritos como Novo Cangaço – em que um grupo armado aterroriza cidades para roubar agências bancárias e empresas de vigilância e transporte de valores – e Sapatinho – em que os ladrões agem na surdina e ameaçam funcionários do banco e familiares para poder entrar no cofre.

Eduardo é apontado, pela polícia, como um dos ladrões de banco mais atuantes nas regiões Centro-Oeste e Norte do país. Ele foi preso em 2016, com mais cinco comparsas, pelo roubo de uma agência na cidade de Anápolis (Goiânia), mas fugiu da cadeia.

No Dia da Mulher deste ano, 8/3, Eduardo voltou a agir e tentou matar a ex-mulher e o namorado dela, também em Anápolis, com vários disparos de arma de fogo. Com a acusação de tentativa de feminicídio e homicídio, a polícia voltou a procurar o homem, o que resultou na prisão em Carapicuíba.

Deixe uma resposta