Em Carapicuíba, biometria eleitoral ainda não é obrigatória

0
2839

Notícia sobre o fim de prazo em outras cidades na semana que vem assustou eleitor carapicuibano

Eleitores de Carapicuíba se assustaram nos últimos dias com o noticiário sobre o fim do prazo para realização da biometria eleitoral, previsto para 2019. Houve uma corrida à internet, redes sociais e departamentos da Justiça Eleitoral em busca de informações.

De fato, na quinta-feira, 19/12, termina o prazo para alistamento de eleitores em centenas de cidades paulistas, mas Carapicuíba não está entre elas. Na Região Oeste da Grande São Paulo, apenas em Jandira o procedimento é obrigatório este ano.

A biometria é uma tecnologia que vem sendo adotada por etapas pela Justiça Eleitoral desde 2008, para dar mais segurança à identificação do eleitor no momento da votação. Para realizá-la, os cartórios eleitorais realizam o recadastramento biométrico, quando é feita a coleta de digitais, assinatura e foto do eleitor.

No caso do estado de São Paulo, a meta é concluir o processo em 479 dos 645 municípios. Além daqueles cujo prazo termina na próxima semana, outros 107 concluíram o processo e estão aguardando homologação.

Dessa forma, em 59 cidades a obrigatoriedade da biometria ficou para depois das eleições de 2020. Entre elas, estão a capital, Carapicuíba, Barueri, Osasco, Itapevi, Santana de Parnaíba, Pirapora do Bom Jesus e Cotia.

Apesar de não ser obrigatória, por enquanto, a Justiça Eleitoral recomenda que os eleitores façam a biometria antecipadamente. Os cartórios eleitorais estão preparados para isso. A intenção é evitar tumultos de última hora, quando a medida for obrigatória com prazo estipulado. Quem quiser antecipar o procedimento deve agendar pela internet no site http://www.tre-sp.jus.br. Em Carapicuíba, 157 mil dos 289 mil eleitores já se cadastraram, o que representa 54% do total.

O eleitor também tem a opção de dirigir-se a um dos seguintes postos do
Poupatemtpo
em todo o Estado: Itaquera, Lapa, Santo Amaro e Sé, na capital paulista; Carapicuíba, Diadema, Guarulhos, Mauá, Mogi das Cruzes, Osasco, Santo André e São Bernardo do Campo, na Região Metropolitana de São Paulo; e Franca e Sorocaba, no interior.

Deixe uma resposta