Com obras paradas, Parque dos Paturis continua em situação de abandono

0
313

Prefeitura afirma que a retomada da revitalização depende de liberação de verba do governo estadual

Munícipes que estiveram no Parque dos Paturis no último feriado, 9/7, divulgaram nas redes sociais a situação de abandono em que se encontra o parque. O local, segundo a prefeitura, está passando por obras de revitalização, que estão paradas esperando liberação de verba do governo estadual.

Trenzinho é utilizado por moradores de rua para guardar colchões e cobertores/ Fotos: Redes sociais

Um homem, que levou a filha de seis anos ao parque para aproveitar o feriado, relatou como está a conservação da área. Segundo ele, há falta de infraestrutura e manutenção, com brinquedos fora de uso, falta de corte de mato, lixos jogados pelo chão e construções pichadas. “Além do espaço estar cheio de moradores de rua e usuários de drogas”, afirma.

O Parque dos Paturis tem 189 mil metros quadrados, cerca de 25 campos de futebol. Em junho do ano passado, a atual gestão anunciou uma revitalização no parque, com cercamento, construção de ciclovia, pista de caminhada, campo de grama sintética, novos banheiros e administração, implantação de câmeras e iluminação, reforma de brinquedos e da pista de skate. As obras começaram naquele mês, mas, não foi afirmado quando elas terminariam (aqui).

O que diz a prefeitura

Em resposta ao Carapicuíba na Rede, a prefeitura afirmou que o governo estadual deve liberar, nos próximos dias, o repasse para a retomada das obras, incluindo o cercamento completo do parque. Foi dito também que a revitalização é realizada por etapas, de acordo com a liberação de recursos.

Sem o cercamento completo, moradores de rua e usuários de drogas continuam buscando abrigo no parque

A administração municipal garantiu que assim que as obras forem concluídas, o parque terá horário de funcionamento e vigilância 24 horas. De acordo com prefeitura, a Guarda Municipal já realiza rondas frequentes em todos os parques da cidade. Mesmo assim, recentemente o local foi cenário de um crime que chocou os moradores da cidade quando duas pessoas, uma delas um travesti, foram encontradas mortas no banheiro do parque.

Com relação a manutenção e zeladoria, foi pontado que as equipes de serviços municipais realizam a roçagem e limpeza do Paturis regularmente, porém, o trabalho leva dias, por conta da extensão do complexo.

A atual gestão argumenta que durante 20 anos o local esteve abandonado, o que levou à necessidade de um projeto de revitalização. Desde 2017, o espaço, que era administrado pela Cohab São Paulo, passou para o município depois de uma medida judicial, sendo possível obras de melhorias no local.

Deixe uma resposta