Família do Novo Horizonte faz campanha por prótese de criança

0
923

Campanha em prol de prótese do braço esquerdo de Eduardo, de 10 anos, chamou atenção até do jogador Rodrigo Caio, do Flamengo 

Por Thiago Correia

Eduardo caiu andando de bicicleta e quebrou o braço esquerdo em uma pedra. Como a fratura foi grave, os médicos tiveram de amputar o braço do garoto/Foto: Arquivo pessoal

A família do pequeno Eduardo, de 10 anos, começou uma campanha em prol de uma prótese do braço esquerdo para a criança. Eduardo sofreu um acidente de bicicleta no ano passado e teve de amputar o braço. A campanha chamou a atenção do zagueiro Rodrigo Caio do Flamengo.

Rosana da Silva, mãe de Eduardo, contou ao Carapicuíba na Rede que em dezembro do ano passado, a família viajou para Maceió – AL para rever parentes. Na casa de uma tia, Eduardo pegou a bicicleta do primo, caiu e quebrou o braço esquerdo, acima do cotovelo, em uma pedra.

Eduardo mora com a família no Jardim Novo Horizonte. Ele ainda tem um irmão de 4 anos/Foto: Arquivo pessoal

“Corremos para o hospital mais próximo e após o raio-x foi detectado uma fratura muito grave. Ele foi levado para a cirurgia, pois já estava ficando sem pulsação e na cirurgia foi detectado que as suas artérias tinham sido rompidas”, relembra Rosana. “Na cirurgia, teve uma parada cardíaca. Nesse dia ele foi submetido a duas cirurgias uma para emendar o osso e outra vascular”, explica. “Após a cirurgia foi direto para a UTI, onde ficou internado por 14 dias. Nesses 14 dias foi submetido a mais duas cirurgias”, completa.

Eduardo teve o braço amputado. A mãe conta que o filho está fazendo fisioterapia e passando com um psicóloga. “Consegui uma professora auxiliar para ele na escola, porque além da amputação que ele sofreu, ele é autista e dificulta ainda mais o seu aprendizado”, afirma Rosana. Sem dinheiro para comprar uma prótese para Eduardo, a família que mora no Jardim Novo Horizonte, decidiu fazer uma campanha na Internet para arrecadar o dinheiro.

“A ideia foi minha de fazer uma vaquinha online para poder conseguir uma prótese para meu filho, pois é muito cara e não tenho condições para comprar. Criei então um Instagram (@um_braco.para.dudu) para ele e fui divulgando”, relata Rosana. Eduardo é torcedor do Flamengo por influência do pai, flamenguista roxo.

Um seguidor (@jeffersonsimoes1981) do Paparazzo Rubro-Negro (@paparazzorubronegro), uma página dedicada ao Clube de Regatas Flamengo com 221 mil seguidores, entrou em contato com Rosana e falou que o Paparazzo queria ajudar. “Ele entrou em contato com o Rodrigo Caio [jogador do Flamengo] e falou sobre o Eduardo. Ele [Rodrigo] doou a camisa autografada para poder rifar para conseguir a prótese”, conclui Rosana.

Dudu, meu amigão. Espero que esse presente lhe ajude. Essa camisa autografada foi utilizada por mim e todo o elenco está na torcida por ti. Deus lhe abençoe!”, disse o zagueiro Rodrigo Caio em seus perfis nas redes sociais. “O Eduardo ficou emocionado ao ver a camisa que tinha ganhado do Rodrigo Caio”, revela a mãe. 

De acordo com Rosana, a prótese que Eduardo precisa custa entre R$ 130 a R$ 190 mil. “Ainda não conseguimos [arrecadar o valor]. O Paparazzo está estudando qual a melhor forma de fazer para arrecadar. O Eduardo tem uma vaquinha online. Não recebemos a camisa ainda, mas ela será rifada ou sorteada”, afirma a mãe do pequeno Eduardo.

Quem quiser ajudar Eduardo a conseguir a prótese, pode colaborar na vaquinha online criada pela família (clique aqui).

Deixe uma resposta