Carapicuíba terá conta de luz mais cara a partir desta quinta

5
2164

Reajuste será de 6,48% para residências e 8,46% para grandes estabelecimentos comerciais

Na última terça-feira, 2/7, foi aprovado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) um reajuste médio de 7,03% na conta de luz residencial e comercial em Carapicuíba e região. Para casas e pequenos estabelecimentos, o aumento será de 6,48%, enquanto para grandes empresas e indústrias, de 8,46%. Os reajustes passam a valer a partir do próximo vencimento.

Além de Carapicuíba, outras cidades que são atendidas pela Enel (antiga Eletropaulo) terão a conta de luz mais alta, como a capital São Paulo, e municípios da região como Barueri, Osasco, Itapevi, Santana de Parnaíba, Pirapora do Bom Jesus e Jandira.

De acordo com a distribuidora de energia, o aumento e revisão da tarifa é feito a cada quatro anos, e tem como objetivo preservar o equilíbrio econômico e financeiro da companhia. Segundo a Enel, o aumento foi puxado pelo maior custo na aquisição de energia, hoje responsável por 34% do valor da tarifa.

Além do custo de energia, o valor da conta de luz é destinado em 25% para tributos, 17,8% para custos de distribuição, 13,9% em encargos setoriais e 8,5% para custos de transmissão.

5 COMENTÁRIOS

  1. E o que não é caro hoje em dia em Carapicuíba??? A diferença é que não recebemos melhorias e qualidade de vida em troca apenas cobranças,PARABENS sempre superando amadorismo em gestão!

  2. Acho que são tarifas muito altas para residências particulares,onde as pessoas,das comunidades de área livre,tem mais três imóveis alugados,e não pagam luz,onde sobra para os contribuintes de residência particulares,fora que até taxa de iluminação pública está sendo cobrada pela prefeitura, isso é um absurdo.
    Todo cidadão tem direitos iguais, então cobranças e aumento de tarifas deve ser distribuído do modo igual para todos.

Deixe uma resposta